Username Password
 
Lembrar dados?
Entrar
Registe-se
Recuperar Password
Publicidade
Membros Online
+ 0 utilizadores ( visitantes e membros)
Publicidade

Notícias

O perigo de não cobrar quotas
quarta-feira, 8 de Novembro de 2017 | 12:09   lida: 3723 vezes

Notícia
As quotas do condomínio são prestações periodicamente renováveis, estando, por isso, sujeitas ao prazo da prescrição de cinco anos - iniciando-se este prazo a partir da data em que a prestação pode ser exigida (data do pagamento da quota).

Assim, quando os condóminos não pagam a quota do condomínio, o administrador deve intentar todas as diligências para o efeito, começando por um acordo amigável que possibilite ao condómino a regularização das suas obrigações pecuniárias para com o condomínio. Caso este acordo não seja aceite ou cumprido, o administrador deverá, então, recorrer aos julgados de paz ou ao tribunal judicial.

Cabe, portanto, ao administrador estar atento aos prazos das quotas em dívida para intentar, em tempo útil, a respetiva ação executiva, da qual resulta a notificação ou a citação judicial que interrompe o prazo da prescrição.

Caso não existam condições para recurso ao tribunal - por exemplo, pelo facto de o condomínio não ter verbas para recorrer a esta instância - o administrador poderá redigir uma declaração de reconhecimento de dívida assinada pelo condómino devedor.

Para além das quotas do condomínio, periódicas e renováveis, podem, por vezes, surgir outras despesas aprovadas em assembleia com caráter pontual, como, por exemplo, para fazer face a uma reparação. Entende-se que estes montantes que não se renovam mensalmente, determinados por uma circunstância concreta e excecional, se enquadram no regime da prescrição ordinária, podendo ser judicialmente exigidas num prazo de 20 anos.

É, assim, fundamental que o administrador e a assembleia de condóminos estejam atentos aos prazos de prescrição, para impedirem que o condomínio seja lesado no seu direito de receber as verbas aprovadas.

Notícia inserida por: Administrador
Comentar Notícia
Acesso Reservado a Membros
Insira os seus dados de acesso a membros para poder efectuar um comentário.

Caso não seja um utilizador registado!
Ao realizar o registo pode aceder a todas as áreas restrictas do site.
O registo é GRATUITO.
Comentários Comentários a esta notícia ( 1 )
Prescrição
Enviado por: ron (Ron)  |  8-7-2018 16:29
Estou com um problema relativo a um dos condóminos que há dois anos deixou de pagar a mensalidade alegando dificuldades que são visíveis.

É habitual serem afixados na porta do fogo informações referentes a processos em tribunal por dívidas dado que se recusam a abrir a porta ao carteiro e a levantar qualquer registo.



A declaração de dívida altera os prazos da prescrição?
Share/Bookmark
Não existe nenhuma sondagem em curso...
Partilhe connosco alguma situação engraçada, curiosa ou estranha que tenha ocorrido no condomínio.

Porque nem tudo tem que ser aborrecido ou questões legais!
O que fazer com a casa do porteiro quando ele não existe?
Que administrador eleger?
Impacto do Alojamento Local nos condomínios
Alterações na fatura da água
Alteração ao prazo das inspeções às instalações de gás
Instalação de videovigilância já não carece de autorização
Quóruns, para que vos quero?
Conhece o programa para necessidades de alojamento urgente?
Sistemas de deteção de monóxido de carbono. Para sua máxima segurança.
Inspeções ao gás obrigatórias
Administrador à força? É melhor não…
Até que valor podem os condóminos ser multados?
Vai fazer obras? Informe o administrador!
Mais transparência na liberalização do mercado da eletricidade e do gás
O perigo de não cobrar quotas
Pesquisar